Última atualização: 2020-03-12 -

Novas atualizações podem ser visitadas AQUI (Atualizações serão feitas conforme informação disponível).

 

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

AVISO 

COVID-19 

(12-03-2020) Em consequência do surto COVID-19 e como medida de controlo de propagação da doença, o Governo Argentino decretou, com efeitos a partir do dia 12 de março, medidas de restrição à entrada de estrangeiros no país.

Conforme a Disposição 1644/2020 de 12 de março (pode ser consultada em https://www.boletinoficial.gob.ar/detalleAviso/primera/226653/20200312), o Governo Argentino suspendeu a atribuição de todos os pedidos de Visto e pedidos de residência de natureza temporária e/ou transitória a estrangeiros que se encontrem no exterior e sejam nacionais ou provenientes dos países da União Europeia, Estados Unidos da América, República Popular da China, Coreia do Sul, Irão, Japão, Reino Unido e Irlanda do Norte.

Turistas provenientes de Portugal, considerando que a entrada na Argentina não requer Visto e tendo em conta a informação disponível à data, poderão ainda viajar, caso haja transporte aéreo para o efeito, mas estarão sujeitos a 14 dias de isolamento e ao preenchimento de uma declaração sanitária.

Os voos de países europeus para Argentina e vice-versa, poderão ser suspensos a qualquer momento, segundo informação do Governo. Recomenda-se aos cidadãos portugueses com bilhetes aéreos já adquiridos que contactem as suas agências de viagens e/ou as companhias aéreas.

Desaconselham-se, pois, a realização de viagens à Argentina, tendo em conta o que precede.

 

  • Partilhe